Independência financeira, como conquistar e se livrar da corrida dos ratos.

Descubra se Você está Preso na Corrida dos Ratos!

DICA: Se você sonha com um emprego melhor, provavelmente já está preso na Corrida dos Ratos!

Qual sua situação atual?

  • Está trabalhando?
  • É funcionário em alguma empresa?
  • Trabalha por conta própria?
  •  Estudando e se qualificando para conseguir algo melhor?
  • Procurando conquistar independência financeira?


Ainda não sei exatamente em que ponto você está, mas acredito que vai se reconhecer em algum momento da história abaixo e se isso acontecer, a notícia pra você não é muito boa...

Se você observar a vida das pessoas de instrução média, trabalhadoras, você verá uma trajetória semelhante.

A criança nasce e vai para a escola. Os pais se orgulham porque o filho se destaca, tira notas boas ou altas e consegue entrar na universidade.

O filho se forma e procura um emprego, quem sabe de médico ou de advogado, ou entra para as Forças Armadas ou para o serviço público.

Ele começa a ganhar dinheiro, chega um monte de cartões de crédito e começam as compras, se é que já não tinham começado.

Com dinheiro para torrar, o filho vai aos mesmos lugares aonde vão os jovens, conhece alguém, namora e, às vezes, se casa.

A vida é maravilhosa porque marido e mulher trabalham. Dois salários são uma bênção. Sentem que o futuro é brilhante e decidem comprar uma casa, um carro, uma televisão, tirar férias e ter filhos.

O desejo se concretiza. A necessidade de dinheiro é imensa. O feliz casal conclui que suas carreiras são da maior importância e começam a trabalhar cada vez mais para conseguir promoções e aumentos.

A renda aumenta e vem outro filho... e a necessidade de uma casa maior.

necessidade de dinheiro crescente por falta de independência financeira

Eles trabalham ainda mais arduamente, tornam-se funcionários melhores. Voltam a estudar para obter especialização e ganhar mais dinheiro.

Talvez arrumem mais um emprego. Suas rendas crescem, mas o imposto de renda, o IPTU da casa maior, IPVA e outros impostos também crescem.

Eles olham para aquele contracheque alto e se perguntam para onde todo esse dinheiro vai.

Colocam algum dinheiro na poupança e pagam as contas do supermercado com cartão de crédito. As crianças já têm cinco ou seis anos e é necessário gastar com a escola dos filhos ou deixá-los numa escola pública de péssima qualidade. E também precisam ter uma reserva para a aposentadoria...

E o feliz casal, nascido há 35 anos, está agora preso na armadilha da "Corrida dos Ratos" pelo resto de seus dias.

Eles trabalham para os donos da empresa, para o governo quando pagam os impostos, e para o banco quando pagam cartões de crédito e a prestação da casa.

Então eles aconselham seus filhos a estudar com afinco, obter boas notas e conseguir um emprego ou carreira seguros.

Eles não aprendem nada sobre dinheiro, a não ser com os próprios bancos que se aproveitam de sua ingenuidade e trabalharem arduamente a vida inteira.

O processo se repete com a geração seguinte de trabalhadores.

Robert Kiyosaki

Autor do Best Seller "Pai Rico, Pai Pobre"

Essa é a chamada “Corrida dos Ratos”, e não sei quanto a você, mas o que me acertou em cheio foi a parte dos dois salários. Quando li essa história pela primeira vez, no livro “Pai Rico, Pai Pobre”, de Robert Kiyosaki, eu estava começando os preparativos para meu casamento!

Já imaginava o que poderíamos fazer com os dois salários!

Mergulhado até o pescoço.

afogado ate o pescoço em dividas sem ter independência financeira

Eu já estava mergulhado até o peito nessa armadilha, e estava pronto para dar o passo que me enterraria até o pescoço. E até aquele momento eu sequer percebia isso.

Mas quando li essa história eu vi muito claramente que precisava fazer algo para mudar essa situação com urgência. Eu percebi que a cada dia em que continuasse naquele caminho, mais difícil seria para conseguir sair....

Quantas pessoas planejam “um dia” começarem o próprio negócio, mas nunca conseguem! Isso acontece porque a cada dia adiando esse sonho elas ficam mais presas na armadilha!

Não foi fácil, mas valeu a pena...

Hoje, alguns anos depois de ter decidido escapar dessa armadilha através de meu negócio próprio, posso dizer que realmente valeu a pena, foi a melhor decisão profissional que tomei na vida. Mas também posso dizer que não foi fácil!

caminho para o sucesso conquistando independência financeira

Logo quando comecei essa transição eu estava sozinho. Não tinha o apoio de alguém que já tivesse feito a mesma coisa. Tive que aprender cada passo na marra. Na tentativa e erro.

Quebrei muito a cabeça. Comecei e recomecei do zero. Perdi dinheiro. Literalmente eu “tomei na cara” diversas vezes. Cheguei a quase desistir!

É claro que com tantos erros iniciais e correções de percurso, me libertei da corrida dos ratos. Hoje olhando para trás percebo que só foi possível alcançar resultados positivos graças a uma fórmula simples que segui:

  • Ter um PLANO de AÇÃO
  • Colocar em PRÁTICA
  • Fazer um BALANÇO e ajustar o percurso
  • Colocar em PRÁTICA a versão REVISADA do plano

Ter essa noção de que você pode tentar algo e falhar é importante. É realmente importante entender que é preciso descobrir qual foi a falha e corrigir. Mas tem um fator ainda mais importante que pode acelerar muito a sua saída da corrida dos ratos.

Ao longo da minha trajetória eu encontrei pessoas já com experiência que me ajudaram muito. Empresários que já tinham grandes resultados e outros que caminharam lado a lado comigo. Esse apoio fez toda a diferença pois me ajudaram a ver com mais clareza os meus erros e como corrigi-los.

E esse apoio deve vir de pessoas que já têm experiência, não adianta pedir conselho de amigos ou parentes que também estão presos na corrida dos ratos, pois a visão deles é de dentro, não conseguem enxergar o todo.

O fator mais importante.

Hoje eu posso dizer com segurança que o fator mais importante para eu ter alcançado resultados positivos foi exatamente esse apoio.

E o que exatamente isso tem a ver com você?

Bom, se você se identificou com a armadilha que descrevi, então possivelmente está começando a pensar que também precisa mudar algo em sua vida.

E a boa notícia é que existe uma forma de conseguir o apoio desses empresários que estão dispostos a ajudar pessoas comprometidas a construírem um negócio próprio.

Nesse link você pode participar de um processo de seleção que busca pessoas como você, que desejam se tornar empresários e sair dessa armadilha. Estão buscando pessoas com o perfil ideal para efetivamente ter sucesso nessa caminhada.

Não sei se é o seu caso, mas te digo que a chance de ter um mentor ou um parceiro de negócios caminhando lado a lado pode fazer toda a diferença para você conseguir fazer essa transição e assumir o controle de sua vida financeira.

Resumindo...

O caminho tradicional que a imensa maioria das pessoas faz só leva a uma ruína financeira e endividamento cada vez maior. Uma coisa puxa a outra e quando percebe está com dívidas para pagar por 2, 3, 10 anos.

Imagine, trabalhar duro a vida inteira para construir o sonho de outra pessoa e ainda terminar literalmente "quebrado"!

casal preocupado com dividas buscando independência financeira

A maioria das pessoas segue por esse caminho e se você identificou com a história que contei, provavelmente também está mergulhado na “Corrida dos Ratos”.

E o caminho para fugir disso é construir seu negócio próprio. Não é uma tarefa fácil, com tudo na vida, precisa de muito trabalho, esforço e empenho, mas algo que ajuda muito é ter apoio de um mentor ou parceiros de negócio, que caminham lado a lado.

Encontrar isso não é fácil, mas você pode participar de um processo de seleção onde empresários estão buscando pessoas ousadas que querem dar os primeiros passos e sair dessa grande armadilha.

E você pode participar desse processo clicando aqui!

Deixe seu comentário.

Agora me diga! Você também se identificou com a história na “Corrida dos Ratos”?
Tem algum trecho que bateu mais forte e te fez começar a pensar que pode estar preso também?

Use a área de comentários abaixo e me fale um pouco sobre isso...

Sobre o(a) autor(a) Sergio Vieira

Consultor pessoal de negócios, ajudando pessoas a empreender e ir em busca dos seus sonhos, se conectarem e chegar muito mais longe, conquistando uma vida acima da média, uma vida épica com abundância financeira através da alavancagem de renda passiva.

siga no:
>